Página Inicial
Histórico
Equipe Técnica
Bens Tombados
Links
Novidades
Download
Legislação
Contato

Bem Tombado

ANTIGA PROVEDORIA DA REAL FAZENDA
   
Nome:
Vista Geral
Vista Geral
Detalhe fachada frontal
Detalhe fachada frontal
Detalhe fachada lateral
Detalhe fachada lateral
 
ANTIGA PROVEDORIA DA REAL FAZENDA
Endereço:
Duque de Caxias, 1029
Cidade
PORTO ALEGRE
Proprietário Atual:
Estado do Rio Grande do Sul
Portaria:
06/81 de 17.09.81
Número do Processo:
1434/80 - DEC/SCDT
Número de inscriçao do Livro Tombo:
02 - Livro Tombo Histórico
Data de inscrição no Livro Tombo:
17/09/1981
Observações:

A Antiga Provedoria da Real Fazenda é provavelmente a única edificação de Porto Alegre que remonta ao século XVIII. Prédio mais antigo de Porto Alegre, sua construção foi concluída em 1790, no governo de José Marcelino de Figueiredo, pelo engenheiro militar capitão Alexandre José Montanha, contendo apenas um pavimento. Localizado em frente à Praça da Matriz, formava conjunto com o antigo palácio do governo, à esquerda, mais tarde demolido para dar lugar ao atual Palácio Piratini. O prédio foi construído para sediar a Provedoria da Real Fazenda e logo começou a funcionar como a Casa da Junta, Câmara e Cadeia. Em 1828 passou a abrigar o Conselho-Geral da Província, que mais tarde foi substituído pelas Assembléias Provinciais. Em 1835 passou a sediar a Assembléia Legislativa da Província, nela circulando importantes figuras do cenário gaúcho.

Originalmente a edificação apresentava apenas um pavimento, com planta retangular, beirado e águas furtadas, de acordo com os padrões da arquitetura colonial. Foi reformado em 1860, quando foi acrescentado o segundo pavimento e desapareceram suas características coloniais, recebendo influências neoclássicas, como a platibanda e os vãos em arco pleno.

Durante três períodos a assembléia esteve em recesso prolongado: de 1835 a 1845, devido à Revolução Farroupilha; entre 1865 e 1870, em função da guerra do Paraguai e de 1937 a 1947, como decorrência da instituição do Estado Novo, quando as portas do casarão permaneceram fechadas por quase dez anos. O prédio foi totalmente reformado para receber os novos deputados da terceira Assembléia Constituinte da história gaúcha, instalada em 1947. O casarão foi utilizado pela Assembléia Legislativa até a conclusão da nova sede, o atual Palácio Farroupilha, em 1967. Na reforma de 1982 o prédio foi recuperado, com a substituição dos elementos deteriorados e a instalação de redes de infra-estrutura, e passou a ser ocupado pela Casa Civil.

Em 2004 o casarão foi retomado pela Assembléia, sendo restaurado para abrigar o Memorial do Legislativo, com a museografia, banco de dados, fotos, filmes, documentação, mobiliário e objetos antigos que compõem a história do Parlamento gaúcho.

Fonte: Arquivos IPHAE

 

 
Apoio CEEE
IPHAE - Telefone: 0.xx.51.3288.7533 - Email: iphae@sedac.rs.gov.br - PORTO ALEGRE/RS - ADM                           Desenvolvido por Naxus Soluções em TI